Caracterização de consumíveis antidesgaste e anticorrosão produzidos especialmente para aspersão térmica por arco elétrico e utilizados para revestir ponteiras de riser para plataformas offshore

Villanueva Águila, Jaime, Buschinelli, Augusto José de A. y Cortés Paredes, Ramón . (2009) Caracterização de consumíveis antidesgaste e anticorrosão produzidos especialmente para aspersão térmica por arco elétrico e utilizados para revestir ponteiras de riser para plataformas offshore. Revista Iberoamericana de Ingeniería Mecánica. Vol. 13, n. 1, 2009, p. 39-49. ISSN 1137-2729

Ficheros (Some files may be inaccessible until you login with your e-spacio credentials)
Nombre Descripción Tipo MIME Size
Documento.pdf Pdf del documento application/pdf

Título Caracterização de consumíveis antidesgaste e anticorrosão produzidos especialmente para aspersão térmica por arco elétrico e utilizados para revestir ponteiras de riser para plataformas offshore
Autor(es) Villanueva Águila, Jaime
Buschinelli, Augusto José de A.
Cortés Paredes, Ramón
Materia(s) http://udcdata.info/041674
Ingeniería Mecánica
Resumen Através do processo de Aspersão Térmica (AT) aplicam-se barreiras de materiais na forma de camadas com alta resistência a abrasão e a corrosão, que envolvem partículas de alta dureza. As ponteiras, fabricadas em aço AISI 4130 e inox 17-4 PH, sujeitas ao riscamento na montagem e à corrosão pela água do mar nas plataformas OFF SHORE, tem sido protegidas por níquel químico e aspersão térmica de pós pelas ligas: WC-Co, WC-Co-Cr, Cr3C2-NiCr, (WC-12Co) + NiCrFeSiBC e uma liga autofluxante de Ni, aplicados por dois sistemas HVOF; os resultados foram interessantes, porém as camadas ainda apresentam trinca no ensaio de riscamento.O objetivo de este trabalho è apresentar resultados das camadas aspergidas por AT por arco elétrico de arames produzidos a base de Ni com adiciones de B e Si e outra liga de Ni, Cr e Si e ricos em FTC.Foram avaliadas as microestruturas (grau de dispersão de carbonetos e porosidade), a resistência ao desgaste e tração, dureza e o grau de fusão dos revestimentos. As análises mostraram uma camada matriz com dureza variando numa faixa entre 350 a 600 HV, e carbonetos de tungstênio finos, concentrados como triturados por impacto (~1μm), com durezas superiores 1200HV, bem como escassas partículas mais grosseiras (~50 μm), não fragmentadas, com durezas na faixa de 2000 a 2800 HV. A dureza da camada matriz, inferior à dureza das camadas de revestimentos aplicados com HVOF mencionadas anteriormente, assegura uma maior ductilidade, o que permite augurar ausência de trincas nos fundos dos riscos em ensaios de riscamento. O melhor desempenho ao desgaste e às trincas está no arame com maior quantidade de Cr, que dá como resultado uma maior resistência a corrosão.Os outros arames estudados apresentam, um bom potencial com vistas ao seu uso no revestimento de ponteiras de risers, sendo o preaquecimento um fator de melhoria das camadas aspergidas.
Palabras clave riscamento
trincas
corrosão
Editor(es) Universidad Nacional de Educación a Distancia (España)
Fecha 2009-01-01
Formato application/pdf
Cobertura 39
Identificador bibliuned:iberoingmecanica-2009-vol13-n1-04
bibliuned:iberoingmecanica-2009-vol.13-n.1-04
http://e-spacio.uned.es/fez/view/bibliuned:iberoingmecanica-2009-vol13-n1-04
Publicado en la Revista Revista Iberoamericana de Ingeniería Mecánica. Vol. 13, n. 1, 2009, p. 39-49. ISSN 1137-2729
Idioma por
Versión de la publicación publishedVersion
Tipo de recurso Article
Derechos de acceso y licencia info:eu-repo/semantics/openAccess
http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0
Tipo de acceso Acceso abierto

 
Versiones
Versión Tipo de filtro
Contador de citas: Google Scholar Search Google Scholar
Estadísticas de acceso: 71 Visitas, 16 Descargas  -  Estadísticas en detalle
Creado: Mon, 03 Sep 2012, 14:19:27 CET